domingo, 6 de outubro de 2013

colo minha ávida boca
ao cobre pleno de tanto Sol
da alva pele que se cobre teu corpo
sorvo ali as mil cores do arco-iris
um beijo multicolorido
no vermelho monocromático
e sanguinolento de minha lingua
desejo escarlate 
que mingua feito Lua
se se afasta do dia
bebo a luz de mil Sóis e de mil Luas
que orbitam sobre alvura imaculada
plenilúnio que faz surgir o dia na noite
embriago-me de luz na nudez de tua tez

-×-Aula de Química

1-   Eu sou eutético
Tu, azeotrópica
ebulimos e congelamos a temperaturas diferentes

2- Amando-se
 dois corpos ocupam um mesmo lugar no espaço

3- Avogadro

Meu coração apesar de pequeno
é maior do que o Sol
nele cabe mais amor
do que moléculas num mol
-×-

Conto sem fim

  Tinha que esquecer, afinal já faziam dez anos que a havia perdido. Nestes dez anos afogara-se em lembranças, revivera mil vezes os mil momentos e para ele não poderia haver outra em sua vida. 0 afastamento Temporal dos acontecimentos Tem este efeito de lente de aumento ou de diminuição a depender se se tratam de bons ou maus momentos, os primeiros ficando cada vez melhores enquanto os últimos não sendo gradativamente esquecidos. Efeito exatamente contrário que ocorre quanto ao futuro. Além disso se descuidara de tudo, barba por fazer, os olhos vermelhos das noites mal dormidas, olheiras, papada, rugas, cabelos quebradiços e sem cor , os ossos saltando espetados por todos os lados de seu corpo, os músculos flácidos. Isso sem falar nos efeitos nocivos do uso prolongado e quase continuo do álcool e do cigarro que lhe consumia o corpo, a mente e o bolso. Tinha que mudar, não havia sentido em continuar a viver só para sofrer.   O que ele fará agora?
A. Muda de emprego
B. Compra uma arma e se suicida
C. Compra uma arma e começa a assaltar bancos
D. arranja uma namorada
E. Entra para o AA.
F. (...)Invente uma saída G.      

1 comentários:

Vera Lúcia disse...

Olá Benno,

No conto sem fim, se o sujeito quer mudar, creio que ele deveria começar procurando recuperar a auto estima. Uma visita ao psicólogo, esteticista e academia ajudariam bastante, pois do jeito que ele foi retratado por você, nem namorada ele vai conseguir descolar-rsrs.

A aula de química foi bem útil para mim. Nunca estudei química e precisei recorrer ao google para decifrar acerca dos termos eutético, azeotrópica e avogrado. Saio daqui mais rica em conhecimentos.

Bacana a menção do plenilúnio no primeiro texto poético.

Beijo.

Postar um comentário