sábado, 15 de julho de 2017

Eu tenho este estranho hábito de ler os quadros de avisos. Todo mundo acha que num quadro de avisos só tem coisas bem pouco interessantes, tipo :

- Geladeira nova a preço de usada! - teria cabimento geladeira usada a preço de nova?

- Aluga-se formoso apartamento de frente para praia, e que tal, ao invés, aluga-se formoso apartamento de frente para os fundos? Eu fico brincando de anúncios! É divertido. Assim, é possível transformar uma coisa chata numa coisa divertida. 

Por exemplo, quando estamos assistindo uma aula ou palestra bem chata, sabe daquelas que dá vontade de dormir mesmo sem ter sono?
Não que eu ache aulas chatas quando não são. Tem muita gente que acha chata qualquer aula, mesmo as que não são. Gente chata, pois só acha tudo chato quem tem a chatice dentro de si. Eu tendo a achar legal o que é chato para todo mundo e chato o que é legal para todo mundo.
 Não se trata de ser do contra, mas de ser diferente mesmo.Tem gente que acha que faço isso para ser do contra, mas, como não é por isso, tendo a manter em segredo o que acho legal e o que acho chato. Querer ser maior é diferente de querer ser diferente, se é que o que é sem sentido possa fazer sentido. Esta é a direção sobre a qual se deita o meu destino. O plano osculatório onde se espalham meus planos.  

Quando eu estou assistindo uma aula de matemática, por exemplo, o professor explicando a equação do círculo : 

- O círculo é o lugar geométrico dos pontos equidistantes de um ponto chamado de centro do círculo - imagina aquela voz modorrenta dizendo isso. Eu adoro matemática, mas até isso pode ser chato numa voz dessas. E aí, ele contínua : Não confundam círculo com circunferência, pois o primeiro é  a a figura o outro o seu comprimento ou perímetro.
Um círculo é um polígono regular de infinitos lados... aí eu imagino, um infinitógono. hahaha, uma piada matemática. E que tal um infinitaedro, ou seja, uma esfera. E que tal o infinito, tadinho, apenas um oito dormindo, porque tanta empáfia? O oito dormindo como é representado o infinito é uma grande lição para os que se acham grandes, cheios de empáfia, mas que não conseguem entender a grandeza desta pequena lição e não passam de um oito dormindo, sem jamais atingir a grandeza do infinito que este símbolo representa. Será que, quando uma esfera se deita, se é que seria possível pensar numa esfera deitada sem se valer de uma quarta dimensão,  vira um octaedro? Só se for regular e convexa, naturalmente. 

Aí, quando ele vai explicar que, a partir da expressão da distância no plano cartesiano, ou seja, que a distância é a raiz quadrada da soma do quadrado das coordenadas, se deduz que o quadrado do raio do círculo é igual a soma do quadrado das coordenada e isso expressa a equação de um círculo com centro na origem e que, para expressar um a equação de um círculo de centro em um ponto qualquer x0, y0 basta fazer uma translação de eixos, ou seja x´ = x - x0 e y = y - y0 e agora x' ao quadrado mais y' ao quadrado igual ao raio ao quadrado. 

Todo mundo dormindo, mas eu imaginando o professor vestido num barril por ter perdido a roupa e que,  vestido  um chapéu de mestre cuca, vai ensinando uma receita de bolo de chocolate, a uma turma que, ao invés de dormir, como oito deitado que são, olha embasbacada a infinitude absurda de um bolo de chocolate.

Todo mundo dormindo, eu rindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário