terça-feira, 19 de agosto de 2014

seria um sonho?
não, não é possível!
o sonho virou real
e o mundo se esfarela aos pedaços ante meus olhos
o vento e o tempo pararam
o ponteiro já não anda
o mar que andava revolto agora arde em negras chamas
a ar que zunia pelos cantos
é agora estratosfera
a flor jaz
o jarro jaz
o ódio faz
e o amor definha
(segundo Drumond, Minas, não há mais
e nem mesmo há mais as Gerais)
e eu aqui, bancando um albatroz
meio a Baudelaire meio ao molho madeira
tipo um Kafka só que mais louco
eu comecei a ser assim
depois que comi um hambuguer de Kafta
bebi tudo que via
e depois lembrei...(o vinho faz esquecer e lembrar, dizia o pródigo)
perdi o rumo depois que fiquei sem seus olhos
era por eles que eu me guiava
era por eles que eu me entregava
era por eles que eu vivia
agora já não tenho razão para ter razão
é por isso que resoluto enlouqueço

4 comentários:

Vanuza Pantaleão disse...

Só a loucura e o brilho insano do olhar é que podem salvar o amor da rotina ou algo assim...demoras, mas sempre voltas cada vez mais inspirado. Valeu, amigo!Bjsss

Branca disse...

'O Olhar' nos mostra o norte ou nos tira o rumo...
Sofridas, porém belas palavras poeta!

Vanuza Pantaleão disse...

Viajar é bom, nossos sentidos se aguçam, vemos e ouvimos coisas novas. Ando louca pra tirar umas férias. Que bom que a nossa recente postagem te agradou. Na verdade, eu queria mesmo era escrever sobre a vida da própria autora, cuja família era toda de escritores, viviam isolados, sofriam muito, etc e tal, mas fica pra próxima. As músicas do Chico, qual seria a melhor? Eu escolho essa: "Junto à minha rua havia um bosque que um muro alto proibia, lá todo balão caia, toda maçã nascia e o dono do bosque nem via..." acho que é "Até Pensei". Amigo, muito obrigada pela visita e um ótimo fim de semana! Bjsss

Vanuza Pantaleão disse...

Bom dia, Benno! Não gosto, mas tenho que acordar cedo, coisas de cuidar da casa. Obrigada mesmo, de coração. A gente (eu e outras pessoas que bebem da sua poesia) sente uma falta danada de "vida inteligente" na blogosfera [risos], mas vai resolvendo sua vida aí na real, dá pra esperar. Relaxa. Abraço bom e fraternal!

Postar um comentário