quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Poemas

Salvador Dali
-I-
para sempre há de ser e será
teu olhar no meu olhar
minhas pernas entre as tuas pernas
sob um só lençol nossos corpos

-II-incompleto

por mais que te escreva e descreva
sempre restará um poema a ser escrito
um enigma a ser decifrado
uma palavra por ser dita
uma lágrima que eu ainda náo tenha vertido
ou que não tenha te feito verter
um sorriso que ainda não tenhas me me feito
uma declaração que não ousei
uma ousadia que jamais haverei de declarar

-III-tola vingança

pedaços de mim
espalhados no chão em que pisas
sujam de sangue teus saltos
sem desviar teus passos

-IV-De tantas verdade e mentiras

Sou uma verdade
que um dia me menti
e de tanto repetir
acabei acreditando
és um mentira
que julguei ser verdade
pois só o tempo abre os olhos
velados pela luz

-V- Desencontro

Ela tanto me esperou
que virou pó
dissolveu-se no vento
depôs-se em meu caminho
e sujou meu sapato

(Meu reino por um engraxate)

2 comentários:

Eu mesma disse...

cinco lindos poemas - muita inspiração. só os verdadeiros poetas conseguem despertar tantas emoções em tão poucas palavras e rimas.

beijos e + beijos

Índia disse...

Nossa, e vc ainda fala que esta sem inspiracao?! Impossivel!

(Meu reino para ter uma falta de inspiracao como a sua) rs

Beijosssssssss

Postar um comentário