terça-feira, 13 de outubro de 2009

A Pintura Inesperada

A Pintura Inesperada

Aquilo era inteiramente inesperado. Ele não sabia que tinha um tio morando na Europa, mais precisamente na Holanda, nem que este havia se casado com uma Holandesa e muito menos que, por não terem filhos, ele e tornara o único herdeiro necessário deste tio.

O seu tio, falecera há pouco, soube através de um telegrama, alguns meses antes, era viúvo e, por não ter deixado herdeiros, tiveram que procurar o parente vivo genealogicamente mais próximo. E este parente era ele.

Deixou poucos bens. Não era rico, mas possuia uma maravilhosa pintura, nada em dinheiro, alguns livros comuns, nenhuma propriedade imobiliária, pouca coisa realmente.

Recebeu tudo num pacote algum tempo depois.

Chamava a atenção apenas a pintura. Assinada por um tal de Jan Vermeer. Depois ele foi descobrir que Vermeer é um dos pintores mais famosos que já existiram. Uma tela de sua autoria poderia valer milhões de dólares, mesmo porque só haviam apenas algumas dezenas delas.

Levou a pintura a escola de Artes mais próxima para que um especialista analisasse a obra.

Infelizmente, não era um autêntico Vermeer apesar de ser uma excelente imitação. Como era uma pintura muito bonita e bem feita, ele poderia vendê-la por alguns milhares de reais.

Afinal, havia sido um bom negócio ter herdado a pintura. Vendeu e com o dinheiro apurado pode comprar um carro. Nada mal.

Qual não foi sua surpresa ao descobrir que o seu Vermeer, na verdade, era uma falso Vermeer, porém um autêntico Van Megueren , pintor que executou obras originais no mais puro estilo Vermeer, e, para facilitar a venda de seus quadros, assinava como o famoso pintor. O quadro fora vendido por algumas centenas de milhares de dólares.

Afinal, ele aprendeu que uma coisa que por um lado é falsa ainda pode ser uma coisa original por outro.

Benno Assmann

Aviso 1 : Fui vencedor do primeiro lugar no concurso Prata da Casa na categoria contos com o meu conto o Oitavo Casamento.

Aviso 2: Completei 50 anos no sábado dia 10 de outubro.

4 comentários:

Índia disse...

Falso ou verdadeiro? Às vezes depende do ângulo, das circunstâncias, das situações inesperadas da vida, e da total falta de sorte do herdeiro. rs

Querido,

Parabéns em dobro!

Vc merece tuuudo!

Beijossss

Branca disse...

Parabéns pelo concurso! Seus textos são excelentes e certamente outros prêmios virão!
Parabéns pelos 50 anos [idade bonita pro homem]; que Deus abençoe abundantemente sua vida com muito amor, paz, harmonia e sucesso, na sua vida pessoal e profissional!


Bom fds pra vc, bjo!

A Itinerante - Neiva disse...

Benno,

Duplo parabéns. :D

Vamos celebrar as coisas boas da vida? Veja lá em meu blog do que se trata e fica a vontade para aceitar ou não. :D

Beijos

Ava disse...

Atrasadinha...rs


Mas os desejos de felicides pode ser a qualquer dia e hora...

E os parabéns também...


Feliz por voce ter o reconhecimento que mmerece...


Beijos e carinhos...

Postar um comentário